Um Sábado no Mocotó

Soundtrack: A Cidade   Chico Science & Nação Zumbi

Outro dia, fui me aventurar na Zona Norte. Digo me aventurar, pois fica bem longe e “fora de mão” para mim…Finalmente conheci o tão falado restaurante Mocotó, o cantinho de comida nordestina da região!

Ele estava na minha lista de lugares e restaurantes para conhecer em São Paulo, mas as viagens nos fins de semana, a preguiça de me deslocar para muito longe de casa dentro da cidade, as famosas esperas por uma mesa…deixaram o Mocotó esperando um pouco.

Mas eis que em um sábado combinei com amigos e o Ike e partimos com mapa na mão rumo à Vila Guilherme, ou mais precisamente, Vila Medeiros. Sem errar o caminho, que se mostrou uma “reta só” nas “quebradas” do bairro, chegamos.

E como escolhemos um horário “entre refeições”, sentamos de primeira! Achei que o Ike e o Edu estavam brincando com a gente, mas era isso mesmo: “a próxima mesa é de vocês.” Fácil assim.

 

O ambiente é bem democrático e descontraído, com um bar de cachaças. No cardápio, muitas opções e preço bom. Deu vontade de experimentar tudo, mas tivemos que selecionar. Fomos de dadinhos de queijo coalho com tapioca (tudo de bom), linguicinha com cebola roxa e cachaça (boa e sem surpresas), baião de dois (valeu), feijão de corda (com muito coentro), e o especial do dia, costelinha de porco à moda do engenho recheada com pernil (super macia, uma delícia). Teve também caldinho de mocotó, não para mim, já que de mocotó só a geléia Colombo da infância, que por sinal era muito gostosa!

Coentros à parte em alguns pratos (sei que fui em um restaurante nordestino, mas este tempero é do tipo ame ou odeie e eu sou da turma “fica longe de mim”), tudo estava bem saboroso. Achamos até lugar para encaixar as sobremesas, pois tínhamos que experimentar um pouco de  tudo. Pudim de tapioca e crème brûlée de doce de leite. Delas, esperava mais.

Depois de toda essa orgia gastronômica nordestina, regada com batidinhas de coco e maracujá e muita Cajuína para a Cé e o Ike (outra fruta que fica fora das minhas preferências…), só faltou a rede para descansarmos um pouco antes de voltarmos para a “o lado de cá” bem felizes.

Agora que aprendemos o caminho e não precisamos mais de mapa e GPS, com certeza voltaremos várias vezes para continuar a degustação do cardápio (o escondidinho que vimos na mesa ao lado deixou vontade…).

Mas, da próxima vez, a minha primeira pergunta será: “seu moço, tem coentro?????”

Até!

Fabi Por Aí

Fotos by Fabi e Internet

Anúncios

5 respostas para ‘Um Sábado no Mocotó

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s